Por que cuidar da saúde de nosso útero?

Introdução da Série Útero: formas de cuidar



Muitas de nós vivemos dia após dia sem parar um só segundo para tomar consciência do nosso útero. Mas por que precisamos nos tornar conscientes desse órgão em especial?


O útero é o centro de força e poder da mulher, receptáculo sagrado, que abarca a matriz de tudo o que foi criado. Como tal, ele guarda informações energéticas preciosas de tudo o que nos ocorreu e também do que aconteceu às nossas ancestrais, porque é ele que retém a energia das trocas que fazemos (seja nas relações sexuais, com as pessoas com quem convivemos, com os ambientes onde vivemos e que frequentamos, etc.).


O útero é a morada da energia da criação e da sexualidade, órgão de conexão com o feminino ancestral que influencia todos os aspectos da vida de uma mulher – desde sua relação consigo mesma e com os outros até a sua vida profissional. Esse órgão, então, sinônimo de força geradora que é, precisa estar saudável, em equilíbrio, visto que é ele que guarda o nosso poder de criação (além dos filhos). Ele está intimamente ligado à nossa criatividade, à nossa capacidade de ter ideias e de colocá-las em prática.


Quanto maior a nossa conexão com o nosso útero, mais estamos em contato com a nossa própria essência, mais conhecedoras de nós mesmas nos tornamos...


A partir daí, abrimos espaço para estabelecer uma relação cada vez melhor, mais saudável e verdadeira com nós mesmas – passamos a nos respeitar mais, a gostar mais de quem somos, a aceitar e a admirar nossas peculiaridades, desde as físicas até as comportamentais (e, é claro, isso se estende para todos ao nosso redor).


Dessa forma, vamos nos tornando cada vez mais quem somos de verdade, nos alinhando ao nosso propósito de vida, passamos a ser a melhor versão de nós mesmas, com a possibilidade, finalmente, de entregar o nosso melhor para o mundo, de trazer mais benefícios para todos ao nosso redor.


Quando nos (re)conectamos com o nosso útero e poder, temos a oportunidade de aceitar (e integrar) nossa luz e sombra e viver vidas plenas.


E como, então, cuidamos da saúde do nosso útero?


As possibilidades são muitas:

  • silenciando

  • prestando atenção às suas emoções

  • mapeando seu ciclo

  • se respeitando e acolhendo

  • fazendo exercícios de visualização

  • realizando limpezas físicas e energéticas

  • cuidando dos seus relacionamentos

Vamos falar mais detalhadamente sobre cada uma delas na Série Útero: formas de cuidar, que iremos trazer nas próximas postagens. Até lá!


Josi Tibursky